Tia do interior passou uns dias aqui em casa comigo

Conto Erótico Da Titia gostosa do interior

Leia esse conto erótico de um moleque de apenas 18 anos com sua titia gostosa de 38 anos, a um tempo atrás durante as ferias que fiquei com a Tia Julia e acabou em sexo.

Tia do interior passou uns dias aqui em casa comigo

Minha tia do interior do estado sempre foi uma mulher gostosa onde eu por várias vezes me peguei me masturbando pensando nela.

Bom meu nome é Junior, tenho 18 anos e vou contar um fato que me ocorreu a um tempo atras. Durante as férias meus pais resolveram viajar, eles foram fazer uma segunda lua de mel praticamente, já que eles iriam sozinhos resolveram me deixar junto com a irmã de meu pai, tia Julia.

Cara minha tia Julia é uma mulher perfeita com seus 38 anos, loira, rabuda, peitos grandes, e uma bunda durinha e mais gostosa ainda, ela morava no interior então tive de ir para a casa dela, era uma cidade muito pequena e eu tinha muitos parentes do meu pai la.

Depois de algumas horas de viagem no ônibus cheguei ate a cidadezinha, minha tia me recebeu, estava mais gostosa desde a ultima vez que a vi. Me recebeu muito bem e fez os típicos comentários de como eu havia crescido e eu falei as tipicas respostas sem graça. Bem passou uma semana e a cidade era tediosa, não havia quase nada la e ainda estava chovendo e assim eu não poderia nadar na piscina da minha tia. Quando finalmente a chuva parou decidi ir para a piscina, minha tia estava de férias e decidiu me acompanhar, ela estava com um biquíni bem enfiado no rabo, era rosa com preto e era pequeno deixando seus seios e bunda ainda maiores, eu quando vi aquela beldade fiquei de pau duro no mesmo instante mas na hora estava na água então consegui disfarçar. Tia Ju estava tomando sol mas após algum tempo decidiu entrar na água, não mergulhou mas ficou sentada nos degraus da piscina, me convidou para ficar perto dela, ao chegar perto ela perguntou:
-E as namoradinhas?
-Ah tia, eu não tenho muita sorte pra isso não
– Foi quando ela disse
-Você também quase não fala, deveria se soltar mais!

Entao ela se virou e pegou uma latinha de cerveja e me deu, eu não havia bebido antes por opção mas decidi no momento que queria experimentar. Tomei um gole e achei o gosto amargo mas a sensação depois foi boa, então quando me surpreendi ja havia tomado 4 latas e não raciocinava muito bem. Uma hora abracei minha tia e ela não relutou e me perguntou se eu havia gostado e eu respondi que sim. Um tempinho depois ela saiu da piscina e quis colocar uma musica, ela dançou a música, era funk no caso e eu só fiquei assistindo de dentro da piscina… Nada de mais anormal aconteceu naquele dia, porém, quando eu estava indo dormir ela me mandou uma mensagem, era uma foto dela de biquíni me perguntando se eu havia gostado do biquíni novo que ela havia comprado e chegou pelo correio ao anoitecer…

Assim que vi a foto meu pau novamente ficou duro na mesma hora e para minha surpresa ela me espiava pela abertura da porta. Antes mesmo que eu respondesse algo ela já entrou em meu quarto e falou ” vim mostrar pessoalmente pra você ” … e aí oque achou?

Eu tentando disfarçar falei que ficou bonito mais ela sabia bem oque queria e assim já foi logo sentando na minha cama. Foi quando ela falou que parecia que eu tinha uma ereção, tentei disfarçar mais já era tarde. Ela puxou minha coberta e vendo meu pau duro acabou falando que aquilo a deixava muito feliz. Em sua cidade tinha poucos homens e poucos chamavam a atenção dela ou eram velhos. Fiquei completamente sem reação quando minha tia sem cerimonia alguma caiu de boca no meu pau e começou a chupa-lo. Ela ficava me olhando com uma cara de puta enquanto me chupava e a todo momento perguntava se eu estava gostando.

-Claro tia, vai continua chupando vai…
Para minha surpresa ela parou de chupar e subiu pra cima de min e quando vi ela já estava colocando a parte de baixo do biquíni pro lado e assim sentou no meu caralho. A melhor sensação que eu já senti foi quando ela sentou e assim pude sentir meu pau sendo mergulhado naquela buceta quentinha e muito molhada. Logo ela começou a cavalgar devagar mostrando que estava gostando. Em um certo momento ela se debruçou por cima de min e começou a falar no meu ouvido.

-Fode a buceta da titia vai, fode gostoso, mete com força nessa buceta vai.
Eu não aguentei ouvir aquilo por muito tempo e quando vi que não seguraria mais meu gozo avisei minha tia que iria gozar.
Para minha surpresa ela pulou logo de cima de min e ficou de joelhos na minha frente e falou…
Goza aqui no rostinho da titia vai, goza na minha cara.
Eu não me segurei e esporrei muito em todo rostinho de vadia da minha tia.
Desde aquele dia em diante eu passei a gostar muito do interior e pelo menos uma vez por mês vou ” visitar ” minha tia do interior.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *